segunda-feira, 13 de junho de 2011

TER FILHOS NÃO É PRA TODO MUNDO

Vamos ser sinceros: quem realmente tem capacidade para se dedicar a uma criança como deveria. Faça a análise antes de ter uma.


Será que todos os seres humanos precisam ser pais? Não sei. Cuidar bem de uma criança, além de ser de sumária importância, dá um trabalho danado. Crianças choram à noite, nem sempre dormem bem, precisam de cuidados especiais, de limpeza, de banho, alimentação, ser educadas e acompanhadas até idade adulta. E, principalmente: crianças precisam da presença dos pais. Sobretudo as menores, que requerem a mãe na maior parte de seu tempo. Não dando dois beijinhos pela manhã antes de ir para a creche, ou colocando a criança para dormir à noite, que será possível transmitir segurança, afeto e tranqüilidade. Alguns dizem: “o que interessa é a qualidade do tempo que passamos juntos e não a quantidade”. Se for assim, então diga ao seu chefe que você vai trabalhar apenas meia hora por dia, mas com muita qualidade. Certamente ele não vai gostar. Seu filho também não.
Sejamos sinceros, nem todo mundo está disposto a arcar com esse ônus. Talvez seja melhor adiar um projeto de maternidade, e mesmo abrir mão dessa possibilidade, do que ter um filho ao qual não se pode dar atenção, carinho e presença constante. Lembre-se que é preciso dedicar um tempo razoável: brincar junto, fazer deveres de casa, educar, colocar limites.
Como fazer tudo isso e ainda continuar no mercado de trabalho? Usando seu horário de almoço para comer junto com seu filho. Fazendo visitas na creche durante o dia. Passeando no final de semana, em atividades em que a criança seja prioridade, como praia, parques, jogos em conjunto. Por favor, isso não inclui shopping Center.
Sou obrigado a fazer tudo isso? Claro que não. Mas ser pai e mãe também não é uma obrigação. Trata-se de uma escolha, e como toda escolha, pressupõe que você abra mão de outras tantas. O que se propõe? A volta da mulher à condição de dona de casa? Também não. O que se propõe é a conscientização da paternidade e maternidade. A infância determina a vida de todos nós. Ela é fundamental para existência humana. Na esfera psíquica, os primeiros dois anos significam a base da construção de uma personalidade saudável. A violência, a agressividade, a falta de ética, a moralidade dos tempos modernos não são apenas fruto de dificuldades econômicas e sociais, mas da falta de amor, educação, limites.
Com a vida moderna as crianças passaram ocupar um papel secundário ou terciário na vida familiar. Lembrem-se que o futuro da humanidade dependem dessas crianças. Fico triste quando os pais nunca tem tempo de ir à escola para acompanhar a educação das crianças e adolescentes. Em muitos casos casais colocam a necessidade da maternidade a conceitos: - para não ficarem sozinhos na velhice – como se filhos fosse seguro anti solidão, em outros casos serve mais para mostrar às pessoas a masculinidade ou a fertilidade.
Após uma análise tranquila na possibilidade de ter ou não ter filhos, tenho certeza de que o mundo irá melhorar.

Baseado no livro A Criança Tercerizada do médico pediatra José Martins Filho.

7 comentários:

SIMONE PRADO disse...

O pior de tudo isso , que para os que optaram em ser pais, muitas vezes ou na maioria das vezes não sabemos lidar com seus sentimentos e conflitos. Somo pais cheios de conflitos internos, muitas vezes de infância sofrida. Não sabemos hoje como lidar com nossos filhos por ser tudo diferente, outro mundo. Confesso fui a casula da minha familia, nunca tive muito contato com crianças, tenho dois filhos, uma de 9 e um rapaz de a9 anos. Eles são um o oposto do outro e sinceramente na maioria das vezes não sei como lidar com eles. Quando tento fazer por ditadura e regras, não funcionam. Apenas quando coloco o amor e me colocar na posição deles os consigo entender. Mas as vezes isso também não funciona, há momentos que somente um abraço e se calar diz tudo. Não me considero uma boa mãe pois sempre pareço que falho, e digo ser mãe é bem difícil não é mesmo para qualquer um.


OBRIGADA POR SUA VISITA EM MEU BLOG, É UM PRAZER RECEBÊ-LO.

SIMONE PRADO disse...

RETIFICAÇÃO, MEU FILHO TEM 19 ANOS

SILVIA disse...

precioso post!!!
muy buen gusto
un besazo enorme cielo =D

Bianca Cabral disse...

Inival irmã preciso falr com vc urgente me liga 96335011 ou 9129244 bianca minha noiva me liga amigo abraços. Fernando Blank

Bianca Cabral disse...

Inivaldo irmã preciso falr com vc urgente me liga 96335011 ou 9129244 bianca minha noiva me liga amigo abraços. Fernando Blank

Bianca Cabral disse...

Inival irmão preciso falr com vc urgente me liga 96335011 ou 9129244 bianca minha noiva me liga amigo abraços. Fernando Blank

sandra Andrade disse...

Perfeito texto! E para brindá-lo vou deixar um fragmento de Fernando Pessoa: " Como uma criança antes de a ensinarem a ser grande, fui verdadeiro e leal ao que vi e ouvi." ( Do livro Poemas Completo de Alberto Caeiro - Heteronômio de F.P.)Deixei um comentário no INivaldoLeitor e um poema para homenagear o Rubão no Blg do ADA , vela lá.Beijos poéticos!!!e Obrigada pelo comentário no Amorosidades...